10 alimentos que não podem faltar na sua dieta detox

A dieta da desintoxicação é conhecida por eliminar, em um curto período de tempo, as toxinas que consumimos através de alimentos, do ar e da água. Livrando-se das toxinas, você também vai conseguir perder peso. Ajudando no bom funcionamento do corpo, a detox também trabalha com a sensação de bem-estar.

Benefícios da dieta detox

Para ajudar o organismo na tarefa de eliminar as toxinas, é preciso ingerir os alimentos corretos e abrir mão daqueles que prejudicam ainda mais o processo. A dieta detox evita a entrada de toxinas e estimula a saída. Ela ajuda no bom funcionamento do intestino, que forma uma barreira e age como um filtro, impedindo que as toxinas cheguem ao fígado. Assim o fígado não fica sobrecarregado e consegue trabalhar da forma correta, fazendo com que as toxinas fiquem solúveis na água, para serem eliminadas.

Por isso, o Veganos do Brasil preparou uma lista de alimentos permitidos durante a dieta detox e outra de alimentos que você deve passar longe enquanto estiver seguindo a dieta.

Água

Um dos melhores alimentos detox é a água; ela limpa o seu organismo de dentro para fora. Para desintoxicar, beba no mínimo 2 litros de água por dia ou suco de vegetais regularmente para ajudar a liberar toxinas.

Alcachofra

A alcachofra ajuda o fígado a funcionar bem, o que em retorno te ajuda a eliminar toxinas e outras coisas que seu corpo não precisa. Ela aumenta a produção de bile no fígado, e já que a bile ajuda a quebrar alimentos, o que ajuda seu corpo a usar os nutrientes dentro deles, um aumento na produção de bile geralmente é uma coisa boa.

Chá verde

Ativa enzimas que ajudam na metabolização de toxinas.

Abacaxi

O Abacaxi é um excelente alimento detox que você precisa incluir na dieta. Pois, ele possui boa quantidade de fibras solúveis, aliadas ao processo digestivo.

Alho

Fonte de enxofre, esse é outro alimento muito utilizado para auxiliar na “limpeza” do organismo. Deve ser consumido preferencialmente cru. Uma boa dica para o alho é amassá-lo e colocá-lo dentro de um recipiente em vidro com azeite. Existe também a opção do óleo de alho em cápsulas.

Repolho

Os isotiocianatos (ITCs) feitos de glucossinolatos do repolho fornecem enzimas de desintoxicação hepática, que ajudam a eliminar as toxinas.

Beterraba

Pode ser incorporada em diferentes receitas ou pode ser consumida crua. Possui betaína e pectina, que ajudam a proteger o fígado e o sistema digestivo.

Brócolis

Conhecido por suas propriedades antioxidantes e um dos vegetais do grupo chamado “crucíferos”. Estudos científicos mostram que uma dieta rica em vegetais crucíferos, pode reduzir o risco de alguns tipos de câncer. Entre eles estão repolho, couve-flor, couve de bruxelas e couve.

Laranja

A laranja, ingerida com a pele, tem ação desintoxicante, antioxidante e laxativa, e combina muito bem com várias frutas. Pode ser misturada à salsinha, hortelã, manjericão, couve e espinafre na hora de fazer um bom suco detox.

Limão

O limão tem uma excelente ação desintoxicante, antioxidante e levemente adstringente, sendo bom para quem tem tendência para má digestão e diarreia. Para fazer um suco detox, você pode combiná-lo com abacaxi, laranja, couve, espinafre, salsinha, hortelã, manjericão, entre outros. Pode também ser usado em jejum, com uma xícara de água morna e uma colher de chá rasa de bicarbonato de sódio, para quem tem problema de estômago.

Alimentos proibidos: industrializados, farinha branca, açúcar, sal, café, carnes vermelhas, defumados, laticínios, embutidos, massas, bebidas alcoólicas e alimentos que contêm glútem. Também é recomendável não utilizar papel filme nem papel alumínio, descartar medicamentos que não sejam estritamente necessários, dormir bem, não se estressar, não fumar, evitar o uso do micro-ondas e de produtos de limpeza e cosméticos muito fortes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 13 =